Acreditações e Certificações

Conheça as nossas certificações e acreditações:
 
 
 
Selo de Acreditação com Excelência ou ONA III emitido pela Organização Nacional de Acreditação, em março de 2016.
 
Iniciamos o processo de acreditação em agosto de 2011 com a concepção do 1º Planejamento Estratégico do HSM. Em 2012, no contexto de uma Gestão Estratégica, passamos à definição dos recursos necessários e assim, viabilizando a estratégia de profissionalização da gestão, concebemos o novo organograma que criou o Conselho de Sócios, a Superintendência e nos trouxe um time de executivos que vêm capitaneando o processo de mudança organizacional. 
 
Em 2013, conquistamos direto a Acreditação Plena (nível II) e nos tornamos associados da ANAHP – Associação Nacional de Hospitais Privados, que congrega 80 dos maiores e melhores hospitais do país. Em 2016, alcançamos o nível III da ONA, que se traduz por Excelência em Saúde. 
 
 
O Hospital Santa Marta faz parte do Programa Qmentum Internacional - IQG - metodologia de excelência que orienta e monitora em qualidade e segurança, utilizando critérios com validação mundial.
 
 
 
 
 
Avançando na adoção de ferramentas informatizadas e utilizando-se de Tecnologia da Informação - TI - para garantir eficiência operacional, qualidade assistencial e segurança do paciente, o Hospital Santa Marta tornou-se o primeiro do Distrito Federal a conquistar o estágio 6 EMRAM da HIMSS - Health Information and Management Systems Society.  A HIMSS é uma associação internacional sem fins lucrativos, de prestígio perante o setor da saúde, que emite a chancela de excelência em desenvolvimento tecnológico hospitalar.
 
O resultado da acreditação confirma que a adoção de novas tecnologias, aliada às ações integradas, é o caminho certo a seguir. A HIMSS atesta que inovações tecnológicas geram melhorias claras na qualidade assistencial e na segurança do paciente. O atendimento passa a ser mais rápido porque a busca é acelerada e os dados se tornam mais completos, facilitando o diagnóstico assertivo.
 
Electronic Medical Record Adoption Model (EMRAM) funciona como uma acreditação hospitalar, definido em 8 estágios evolutivos, do 0 ao 7, e com requisitos específicos que os hospitais devem atender para conquistar a classificação de cada estágio. Basicamente, um hospital estágio 0 não possui nenhum tipo de sistema ou tecnologia que dê apoio à assistência ao paciente, enquanto que uma instituição estágio 7 é um Hospital Digital, também conhecido como Paperless (sem papel), com intenso e amplo uso de tecnologias que dão suporte à assistência clínica.
 
O HSM conquistou o nível 6 EMRAM, pois, em toda sua linha de cuidado, busca desenvolver e implantar tecnologias que contribuam para a segurança do paciente, a exemplo da Checagem Beira leito – tecnologia móvel que otimiza o processo de administração de medicamentos, e a Gestão Automatizada de Medicamentos – que garante rastreabilidade e controle das medicações; entre outras soluções
 
 
O gerenciamento da UTI Adulto do Hospital Santa Marta recebeu o selo de Gestão da Qualidade e Desempenho, chancelado pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB), por dois anos consecutivos (2016 e 2017). 
 
Isso significa que o HSM gerencia seus indicadores de qualidade e desempenho em consonância com a RDC07 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa, através do Sistema Epimed Monitor UTI Adulto, contribuindo para a melhoria da qualidade da medicina intensiva e segurança dos pacientes no país.
 
Como parte das ações para aprimorar, cada vez mais, o cuidado aos pacientes e proporcionar uma assistência de alto nível, o Santa Marta, desde 2014, faz parte do programa UTIs Brasileiras – Registro Nacional de Terapia Intensiva, fruto da parceria da AMIB e a Epimed. O objetivo é caracterizar o perfil epidemiológico das UTIs e compartilhar informações que possam ser úteis na orientação de políticas de saúde e estratégias para melhorar o cuidado dos pacientes críticos no Brasil.
 
A Integridade dos dados tem atingido patamares de desempenho muito bons, o que demonstra o comprometimento de todos os envolvidos no resultado assistencial.
 
Além disso, a Unidade de Terapia Intensiva do HSM se destaca pelo programa de humanização, que permite o acompanhamento do paciente pelos familiares em tempo integral; oferece leitos individualizados, sendo a maioria com janelas, o que permite ao paciente ver o ambiente externo; possui leitos de isolamento para patologias com risco de contágio, além de ala neurocrítica, uma sala para pequenos procedimentos cirúrgicos e outra para acolhimento dos familiares. Os profissionais também contam com áreas confortáveis e exclusivas para descanso e sala de reuniões. 
 
 
O HSM possui certificações da 3M, na categoria Diamante, em Cirurgia Segura e Lesões Cutâneas, que garantem que os procedimentos estão de acordo com normas internacionais de segurança e qualidade.
 
 
 
 
Em 2018, o Hospital Santa Marta foi certificado pelo Great Place to Work na pesquisa de Clima Organizacional, que atesta as boas práticas em Gestão de Pessoas e qualidade do ambiente de trabalho. 
 
Para a gerente de Recursos Humanos do HSM, Daniely Zaranza, essa certificação é resultado de investimentos no desenvolvimento do colaborador e no clima organizacional. “A cultura do aprendizado é disseminada em todos os níveis da Instituição e visa estimular a eficiência operacional e o empoderamento por meio do conhecimento. Além disso, estimulamos o bom relacionamento entre os pares e a liderança, assim como a importância do diálogo aberto”.  
 
A pesquisa avalia o nível de confiança dos colaboradores em cinco critérios: Credibilidade, Respeito, Imparcialidade, Orgulho e Camaradagem. Para ser certificada, a Organização precisa alcançar o mínimo de 70% de favorabilidade. “Investimos em um ambiente de trabalho cada vez melhor, porque acreditamos que isso contribui para o desenvolvimento pessoal e profissional do colaborador, além de trazer inúmeros benefícios também para a Instituição e, principalmente, para o nosso paciente”, afirma a Superintendente do Hospital, Luci Emidio.