De acordo com dados recentes da Organização Mundial de Saúde – OMS, cerca de 422 milhões de adultos convivem com o diabetes em todo o mundo. Diversos estudos revelam que a intervenção cirúrgica é uma opção real e efetiva para controlar a doença.

Uma das pesquisas publicadas na revista Lancet Diabetes & Endocrinology, avaliou o efeito da cirurgia bariátrica no desenvolvimento de diabetes tipo 2 em indivíduos operados e numa população de obesos. O resultado apontou que o procedimento reduz em 80% o risco de diabetes tipo 2 nos operados. Outro levantamento, dessa vez conduzido pela Cleveland Clinic, nos Estados Unidos, mostrou que os grupos cirúrgicos obtiveram controle glicêmico, perda de peso consistente e redução de medicamentos para diabetes tipo 2, assim como diminuição do risco cardiovascular. Após cinco anos, os efeitos metabólicos do tratamento cirúrgico se mantêm e são efetivos no tratamento da doença tanto em obesos moderados ou severos.